Artesanatos, oficinas e shows compõem programação da 10ª Fenearte

julho 3, 2009 at 9:23 am Deixe um comentário

artesanato

Evento começa nesta sexta feira e vai até 12 de julho, no Centro de Convenções em Olinda, e vai reunir artesões de todos os estados do país, e de 26 outros países.

 

Uma das mais importantes feiras de artesanato do Brasil vai ser aberta nesta sexta-feira (3), no pavilhão do Centro de Convenções, em Olinda: é a Feira Nacional de Negócios do Artesanato – Fenearte, que chega a sua décima edição este ano. O evento acontece até o próximo dia 12 de julho e este ano homenageia o centenário do Mestre Vitalino, Ana das Carrancas, Janete Costa e Mestre Salustiano.

“Este ano temos 26 países e todos os estados da federação, o que mostra que Fenearte assumiu dimensão que extrapola estado de Pernambuco”, afirma o coordenador geral da feira, Roberto Lessa. “Além dos expositores, o visitante vai poder participar de atividades culturais, com uma vasta programação de shows, oficinas, rodada de negócios e praças de descanso”.

A organização da feira espera um público de 250 mil visitantes em uma área de 29 mil metros quadrados, com mais de 800 espaços, sendo 752 estandes de comercialização, e cerca de quatro mil expositores. Com investimento de R$ 2,8 milhões, a estimativa é movimentar R$ 22 milhões em negócios durante os seus dez dias.

“Quando voltamos para nossas casas, os lojistas ligam para a gente, interessados nos produtos, fazem encomendas”, garante o mestre Pintor, que mais uma vez leva suas esculturas em madeira para a Fenearte. “Percebemos um retorno muito bom depois da feira”.

Outro artista que não perde a oportunidade de levar seu trabalho ao evento é o mestre Biu dos Anjos. “Desde a primeira Fenearte sou sempre convidado a participar”, diz. “Para mim é uma honra estar aqui na alameda dos mestres, tenho prazer em fazer bonito na Fenearte”.

A feira funciona das 14h às 22h nesta sexta (3) e no sábado (4). No próximo domingo (5) e nos dias 10, 11 e 12, a fenearte vai funcionar das 10h às 22h. Os ingressos custam, de segunda a sexta-feira, R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia), para estudantes, crianças até 12 anos, professores e pessoas com mais de 60 anos. Aos sábados e domingos, o valor do ingresso é R$ 6 e a meia-entrada custa R$ 3.

Também existe um serviço de vans gratuitas para transportar os visitantes até a feira: a cada 15 minutos, o carro sai do Shopping Tacaruna até o Centro de Convenções, entre as 14h e as 22h. Os ingressos são vendidos no Shopping Tacaruna, Hiper Bompreço Casa Forte, Hiper Bompreço Olinda, Hiper Bompreço Boa Viagem e nas bilheterias do pavilhão do Centro de Convenções.

ESTRUTURA
Seguindo o mesmo modelo desde 2007, a Feira será organizada por setores. Ao longo do percurso serão disponibilizados quatro mapas interativos em monitores de 32 polegadas de ação de toque (“touch screen”), onde será possível localizar os expositores pelo nome, número do estande ou ainda pelo título de estabelecimento (nome-fantasia), como também consultar a programação artística e cultural.

O Museu Mestre Vitalino, localizado na área externa do Centro de Convenções, é uma das novidades desta edição. O espaço, com ares contemporâneos e referências do agreste, vai abrigar mais de 20 réplicas de peças do artesão produzidos pelos seus familiares e seguidores do Alto do Moura, em Caruaru. O local contará ainda com uma mesa de interação recheada de espelhos e imagens de peças do artista, além de telas de LCD com programa de realidade aumentada e um passeio virtual à casa do rei do barro, além de painéis ilustrativos e exibição de um documentário sobre a vida e obra de Vitalino.

Sobre o tapete vermelho, a Alameda dos Mestres vai dar as boas vindas aos visitantes da 10ª Fenearte. Os trabalhos de 37 mestres-artesãos pernambucanos ficarão expostos no corredor da entrada principal do evento. O espaço ainda renderá homenagens à artesã Ana das Carrancas com painéis de fotos e duas grandes peças de 1,9m de diâmetro, contendo cada uma oito carrancas, produzidas pelas filhas da artista popular falecida no ano passado.

Nesta edição, o espaço que abrigará objetos que receberam interferência de design, irá render homenagem a Janete Costa. Sua trajetória e dedicação à arte popular poderão ser conferidas num documentário produzido por seu neto, Francisco Baccaro, a ser exibido no local. A curadoria das peças e decoração ficaram por conta de sua filha, a arquiteta Roberta Borsoi.

Além disso, o mezanino vai receber o Museu de Arte Popular com acervo de Janete Costa, grande conhecedora do artesanato brasileiro. Com seleção das obras assinada por Carlos Augusto Lira, o museu será uma excelente oportunidade aos visitantes de apreciar peças raras garimpadas pela arquiteta ao longo de sua vida.

RODADA DE NEGÓCIOS
Promovida pelo Sebrae, a Rodada de Negócios será realizada entre os dias 5 e 8 de julho, das 14 às 20h. Para esta edição, são esperados cerca de 40 empresários, entre lojistas regionais, nacionais e internacionais. A estimativa é gerar aproximadamente R$ 3,6 milhões nas negociações, mantendo o montante alcançado no ano passado.

PRÊMIO
O Salão de Arte Popular Ana Holanda e a Galeria de Reciclados irão acolher uma seleção de peças de artesãos de todo o país escolhidos por duas comissões julgadoras Uma comissão, formada por colecionadores, estudiosos e pesquisadores da arte popular. O público também poderá votar na sua peça preferida, através das urnas eletrônicas instaladas na Feira. A premiação de aclamação para os espaços será no valor de R$ 2 mil.

OFICINAS E PALESTRAS
Outra novidade do mezanino fica por conta das oficinas (couro, cerâmica, bordado em gola de maracatu, mamulengo e reciclados) que agora irão ocupar a área junto com a Passarela Fenearte, espaço de circo, teatro infantil, Galeria de Reciclados, Programa do Artesanato de Pernambuco, Rodada de Negócios, Rádio Fenearte e o bar e restaurante Padaria.

O local também vai abrigar um mini-auditório de 80 lugares com palestras para os expositores sobre empreendedorismo, exportação, desenvolvimento sustentável, entre outros temas. Como nas edições anteriores, o primeiro piso disponibilizará uma alameda de serviços com massagem, lan house e “cashes” bancários.

Confira a lista de oficinas gratuitas:

Bordado em gola de maracatu – Ministrada por Dona Mira, uma das mais importantes bordadeiras de gola de maracatu do estado, a oficina vai ensinar aos participantes técnicas do bordado em lantejoulas e miçangas, além dos motivos mais usados nos bordados do adorno que faz parte de uma das mais antigas tradições da nossa cultura popular. Dona Mira é do município de Aliança e trabalha na confecção de golas de maracatu há mais de 50 anos.

Couro – Ministrado por Irineu do Mestre, filho de Zé do Mestre e um dos mais famosos artesãos do couro em Pernambuco, a oficina pretende apresentar aos participantes os símbolos utilizados nas vestimentas típicas dos vaqueiros como gibão, perneiras, chapéus entre outros, além de ensinar as técnicas para o manejo do couro.

Mamulengo – Na oficina ministrada por Titinha do município de Glória do Goitá, o público vai aprender a criar a e a confeccionar bonecos de mamulengo, através de técnicas de esculpir, lixar e envernizar a madeira, além de conhecer uma das formas mais primitivas e populares de teatro de bonecos.

Barro – Ministrado por Vitalino Neto, um dos netos do Mestre Vitalino, a oficina vai apresentar aos participantes o universo do rei do barro, além de ensinar as técnicas de modelagem.

Reciclados – Ministrado por Reginaldo Cabral de Souza, a oficina de reciclados vai trabalhar com artesanato produzido com resíduos de garrafas pet e ensinará aos participantes a elaborar flores, colares e bonecos.

Circo – Coordenado pelo grupo Arricirco, Arraial Intercultural de Circo do Recife que trabalha com jovens carentes, está oficina será voltada especialmente para as crianças e oferecerá vivências circenses como malabares, palhaços e acrobacia entre outros.

Linhas – O Programa do Artesanato Brasileiro (PAB) vai oferecer cinco oficinas linhas patrocinadas pela Linhas Pingüim: crochê, vagonite, tapeçaria, tenerife e tricô, coordenadas por professoras de artesanato. Ao final de cada oficina o participante receberá gratuitamente um kit com material da técnica aprendida.

SERVIÇO:

10º Feira Nacional de Negócios do Artesanato – Fenarte
Quando: de 3 a 12 de julho
Onde: Centro de Convenções de Pernambuco – Olinda
Horário: das 14h às 22 horas (nos dias 5, 10, 11 e 12, a Fenearte funcionará das 10h às 22h)
Ingressos: de segunda a sexta, R$ 4 (inteira) R$ 2 (estudantes, crianças até 12 anos, professores e pessoas com mais de 60 anos). Preço nos finais de semana (sábado e domingo): R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia-entrada)
Locais de venda de Ingressos: Shopping Tacaruna, Hiper Bompreço Casa Forte, Hiper Bompreço Olinda, Hiper Bompreço Boa Viagem e nas bilheterias do pavilhão do Centro de Convenções.
Serviço de vans gratuitas: a cada 15 minutos, saindo do Shopping Tacaruna até o Centro de Convenções, das 14h às 22h.

Anúncios

Entry filed under: Política.

O Coringão voltou… para a Libertadores: Timão empata e fatura a Copa do Brasil Cabo de Santo Agostinho comemora 132 anos com programação cultural

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

julho 2009
S T Q Q S S D
« jun   ago »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Most Recent Posts