Escada comemora 137 anos de emancipação política

maio 21, 2010 at 1:59 pm 1 comentário

O município de Escada vai comemorar, nesta segunda-feira (24/05), 137 anos de emancipação política. Para festejar mais um ano de conquistas, a Prefeitura Municipal preparou junto com diversos parceiros uma programação especial. Dentre as comemorações, estão programadas a Noite de Louvor e Gratidão a Deus (22/05), o IV Campeonato dos Engenhos (23/05), a Missa Solene, Desfile do Pelotão e Hasteamento das Bandeiras e o Show da Banda Calypso (24/05).

A comemoração de aniversário da cidade vai começar já no sábado (22/05), às 19h, no Pátio de Eventos (Rua Pirapama – Centro). A “Noite de Louvor e Gratidão a Deus” vai ter participação especial da Banda Eyshila, do Rio de Janeiro. De acordo com a secretária municipal de Cultura, Maria de Jesus de Souza, será um momento de gratidão a Deus por todas as conquistas que o município vem recebendo desde 1873.

O segundo momento será realizado no domingo (23/05), na Usina Barão de Suassuna, na zona rural do município, onde acontecerá a final do IV Campeonato de Futebol de Campo dos Engenhos. Os jogos estão programados para as 8h e a entrega dos troféus às 11h.
 
Na segunda-feira, a cidade vai acordar com uma Missa Solene, às 7h, na Igreja Matriz Nossa Srª. da Apresentação da Escada (Rua da Matriz – Centro). De lá, cerca de 120 alunos das escolas municipais, estaduais e particulares seguirão em um desfile do Pelotão das Bandeiras até a antiga Câmara Municipal (Centro), onde será realizado o Hasteamento das Bandeiras, às 8h30. O desfile será acompanhado pela banda local Manoel Ramos e contará com a presença do prefeito Jandelson Gouveia, dos secretários municipais e autoridades locais.

O momento mais esperado da celebração é o show da Banda Calypso, que será realizado no Pátio de Eventos, às 22h, com entrada franca. A estimativa é receber uma média de 15 mil pessoas para participar das comemorações.

Para a secretária de Cultura, é um momento especial para todos os escadenses, que tem muito para comemorar. “Jandelson Gouveia faz questão de participar de todos os festejos, pois foi mais um ano de muitas conquistas e investimentos, novas indústrias, mais escolas, casas e obras. A cidade toda está em clima de festa”, disse.

Para que os foliões aproveitem o aniversário da cidade com tranqüilidade, uma ação conjunta foi realizada com as secretarias municipais, a Polícia Militar, a Guarda Municipal, além dos ambulatórios e hospitais locais.  A prefeitura também disponibilizou a decoração e os banheiros químicos que serão colocados nos pontos dos eventos.

Programação:
22/05
Noite de Louvor e Gratidão a Deus
Participação Especial – Eyshila e Banda (RJ)
Local: Pátio de Eventos
Hora: 19h
 
23/05
Final do IV Campeonato dos Engenhos
Local: Usina Barão de Suassuna
Início: 08h – Entrega dos Troféus: 11h
 
24/05
Missa Solene
Local: Igreja Matriz Nossa Srª. da Apresentação da Escada
Hora: 07h
 
Desfile do Pelotão das Bandeiras
Local: saída da Rua da Matriz
Hora: 07h30
 
Hasteamento das Bandeiras
Local: Casa José Sisenando Cabral – Poder Legislativo
Hora: 08h30
 
Show da Banda Calypso
Local: Pátio de Eventos
Início: 22h

escada.pe.gov

 

Origem do nome Escada

  Diz a tradição que o missionário encarregado da catequese dos índios daquela aldeia erigiu, no morro onde hoje se encontra a atual matriz, um nicho dedicado a Nossa Senhora d’Apresentação, “invocação preferida por elle, entre as demais que a Virgem tem”. Por estar erigido no alto da colina foi escavada na encosta de barro uma escada para facilitar o acesso ao local. Ao nome de Nossa Senhora da Apresentação teria sido acrescentada a designação do ipojuca e, posteriormente, a da Escada, ficando a denominação da aldeia conhecida como de Nossa Senhora da Apresentação do Ipojuca da Escada. É bastante compreensível que no linguajar do povo, essa denominação tenha sido reduzida para Nossa Senhora da Escada, chegando até nossos dias pela da Escada.

  Apesar de a invocação à padroeira ter sido a da apresentação, conforme dito anteriormente, constata-se que a “invocação” a Escada foi mais forte; tanto é, que a imagem da padroeira, na igreja matriz, sustenta em uma das mãos uma pequena escada, como para interpretar a “invocação” criada pela tradição popular.

Resumo histórico de Escada

As origens históricas do rico florescente município da Escada, remotendo-se a um aldeia de índios das tribos Meriquitos. Potiguares e Tabaiares, fundada em época muito remota, porém existentes em 1685, com a denominação de Aldeia de Nossa Senhora da Escada de Ipojuca. O Governador da província de Pernambuco, João da Costa Souto Maior, escreveu uma carta ao sargento-mor, comandante da Aldeia, determinado-lhe que fizesse os índios abandonarem o mato para se recolherem aos ranchos de Aldeia, continuassem com as obras da igreja e cuidassem da lavoura, ao mesmo tempo o Governador dava várias instruções sobre o bom regime moral e vida cristã dos índios. Situada a Aldeia à margem esquerda do rio Ipojuca, na distância de 10 léguas da praça do Recife e incumbia aos padres da Madre de Deus a direção espiritual dos índios, reza a tradição, que erigiram logo aqueles padres um oratório no alto da colina ao redor da qual estendia-se o aldeiamento, para cuja subida executaram uma escala de degraus cavados na argila e que desta circunstância vem a denominação de Nossa Senhora da Escada dada à Padroeira do Oratório, apesar de ter ela a inovação de Nossa Senhora da Apresentação. Em 1757, segundo relata Sebastião Galvão, tendo em vista documentos vários, observa-se que a Aldeia já era Povoação. Aumentando dia a dia a população do povoado, não apenas de índios, mas de colonos que, para ali acorriam em busca de amanho de terras tão férteis.

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Escada, por Carta Régia de 27-04-1786 e por lei municipal de 06-03-1893, subordinado ao município de Cabo. Elevado à condição de vila com a denominação de Escada, pela lei provincial nº 326, de 19-04-1854, desmembrado de Cabo. Constituído do distrito sede. Instalado em 09-10-1854. Elevado à condição de cidade e sede do município com a denominação Escada, pela lei provincial nº 1093, de 24-05-1873. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município aparece constituído de 2 distritos: Escada e Frexeiras.

  FONTES:

 1 Fundação de Informações para o Desenvolvimento de Pernambuco – FIDEPE. Escada. Recife, 1982. 66p. (Monografias Municipais, 9). Biblioteca Pública Estadual Presidente Castello Branco (Recife-PE)

 2 http://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/dtbs/pernambuco/escada.pdf

Anúncios

Entry filed under: Política.

Escada ganha sua Academia de Letras Dona Matuta é bicampeã do Festival de Quadrilhas Juninas da Globo NE

1 Comentário Add your own

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

maio 2010
S T Q Q S S D
« abr   jun »
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Most Recent Posts