Posts filed under ‘Educação’

Programa Jovens Embaixadores abre inscrições

Estudantes da rede pública de ensino podem se candidatar a vaga para intercâmbio de três semanas

 

Estudantes, entre 15 e 18 anos, da rede pública de ensino brasileira podem se candidatar para o Programa Jovens Embaixadores 2017 até o dia 19 de agosto de 2016. A 15° edição do programa prevê um intercâmbio estudantil de três semanas, nos Estados Unidos. Para se candidatar é necessário excelência acadêmica e conhecimento da língua inglesa.

Com o intuito de tirar dúvidas e esclarecer como o projeto funciona a equipe promoverá um bate-papo entre a coordenadora do programa e jovens embaixadores dos anos anteriores. A conversa será transmitida ao vivo pelo canal, no Youtube, da Embaixada dos EUA no Brasil. no dia 9 de agosto às 16h (horário de Brasília).

agosto 3, 2016 at 12:10 pm Deixe um comentário

Estão abertas as inscrições para o PROUNI 2013

INSCRIÇÕES-PROUNI-2013_prouni2013.com_.br_Como previsto, desde o início do dia de hoje, 17 de janeiro de 2013, estão oficialmente abertas as inscrições para o Programa Universidade Para Todos (Prouni) 2013 referente ao primeiro semestre, os candidatos interessados poderão realizar sua inscrição exclusivamente através da internet, pelo site http://siteprouni.mec.gov.br/ até as 23 horas e 59 minutos do dia 21 de janeiro de 2013, haverá somente uma etapa de inscrições e os candidatos devem ficar atentos ao prazo acima estabelecido.

Para realizar sua inscrição, basta o candidato ter em mãos seu número de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2012 ou seu CPF além da senha cadastrada para acesso ao sistema do Prouni (SisProuni) que automaticamente resgata do sistema do Enem as notas obtidas pelo candidato.

janeiro 17, 2013 at 9:48 am Deixe um comentário

Bons exemplos de PPPs reais

Inspire-se em modelos de projetos político-pedagógicos bem estruturados para elaborar o documento em sua escola

Ter um projeto político-pedagógico construído com cuidado é essencial para que toda a comunidade escolar conheça os objetivos educacionais que a instituição pretende atingir e os meios disponíveis para tanto.

Porém, muitos gestores têm dúvidas sobre como esquematizar o documento, que tópicos incluir e de que maneira apresentar cada informação. Nesse caso, uma possível fonte de inspiração é a leitura de documentos elaborados em outras escolas – desde que sejam exemplos bem construídos, que visem em cada área descrita as reais necessidades dos alunos, descrevam com atenção a clientela, levem em consideração os dados sobre a aprendizagem, estabeleçam com cautela o relacionamentocom as famílias, relatem os recursos que a escola possui para ensinar e tenham diretrizes e planos de ação claros e objetivos.

Nos links abaixo, você encontra dois exemplos como esses:

EM Bernardo Ferreira Guimarães, de Rio Piracicaba – MG

– Projeto político-pedagógico

– Tabelas do plano de ação

Agrupamento de Escolas de Fazendas de Almeirim, de Portugal

– Projeto político-pedagógico

 

dezembro 11, 2012 at 11:04 am Deixe um comentário

Senac-PE abre seleção para contratar 26 profissionais em três cidades

Vagas são para o Recife, Serra Talhada e Salgueiro. Remuneração vai de R$ 660 a R$ 3.186,46, de acordo com a função.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial de Pernambuco (Senac-PE) está com processo seletivo aberto para preencher 26 vagas, divididas entre nível médio e superior, nas cidades de Serra Talhada e Salgueiro, no Sertão do estado, e na capital, Recife.

As inscrições podem ser feitas pela internet até o dia 26 de outubro e custam R$ 20 para as funções com exigência de ensino médio e R$ 50 para as de ensino superior. O processo seletivo conta com cadastro de currículo e uma prova objetiva.

A remuneração varia de R$ 660 a R$ 3.186,46, variando de acordo com a função, de acordo com o edital. O edital pode ser conferido no site do Senac.

Confira a relação de vagas:
Recife
Auxiliar de Serviços I – 23 vagas e cadastro reserva
Analista de Educação Profissional a Distância – 1 vaga e cadastro reserva
Analista de Educação Profissional – 1 vaga e cadastro reserva
Coordenador Pedagógico (Gestão) – cadastro reserva
Coordenador Pedagógico (Saúde) – cadastro reserva

Salgueiro
Auxiliar de Serviços I – 1 vaga e cadastro reserva
Analista Administrativo – cadastro reserva
Coordenador Pedagógico (Gestão) – cadastro reserva
Coordenador Pedagógico (Saúde) – cadastro reserva

Serra Talhada
Analista Administrativo – cadastro reserva
Auxiliar de Serviços I – cadastro reserva
Coordenador Pedagógico (Gestão) – cadastro reserva
Coordenador Pedagógico (Saúde) – cadastro reserva

outubro 14, 2012 at 11:08 am 1 comentário

Edital do Enem 2012 é divulgado; inscrições começam na segunda

Inep espera que 6 milhões de pessoas se inscrevam até 15 de junho.
Provas acontecem nos dias 3 e 4 de novembro; taxa é de R$ 35.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) publicou na edição desta sexta-feira (25)  do “Diário Oficial da União” o edital com as regras do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012. O exame será realizado nos dias 3 e 4 de novembro.

Segundo o Inep, órgão que é vinculado ao MEC e responsável pela realização do exame, a expectativa é que 6 milhões de pessoas se inscrevam para fazer o Enem 2012. Veja abaixo as principais regras sobre a próxima edição do exame:

CRONOGRAMA DO ENEM 2012
Início das inscrições: 28/05 (10h)
Término das inscrições: 15/06 (23h59)
Pagamento das incrições:
Até 20/06
Taxa de inscrição: R$ 35
Data das provas: 03/11 (13h – 17h30):
– ciências humanas
– ciências da natureza
04/11 (13h – 18h30):
– linguagens
– matemática
– redação
Divulgação do gabarito: 07/11
Resultado individual:
28/12
Fonte: Inep

Inscrição
As inscrições para o Enem serão abertas às 10h desta segunda-feira (28) e poderão ser feitas até as 23h59 do dia 15 de junho no site do Enem. O valor da taxa de inscrição será de R$ 35. Ela poderá ser paga via boleto até 20 de junho. No ato de inscrição é emitida uma guia para ser paga em uma agência bancária até o dia 20 de junho.

A isenção do pagamento da taxa pode ser feita por meio do sistema de inscrição e é conferida ao aluno que vai concluir o ensino médio em 2012 em escola da rede pública declarada ao Censo Escolar ou a estudantes que se declaram membros de família de baixa renda ou em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Para isso, deverá apresentar documentos que comprovem sua condição. Os documentos serão analisados pelo Inep, que poderá negar a isenção.

No ato de inscrição, o candidato deve fornecer o número de Cadastro de Pessoa Física (CPF) e o seu número do documento de identidade (RG). Estudantes com necessidades especiais deverão informar no ato da inscrição sua situação. O Inep oferece provas diferenciadas, intérpretes e salas de aula e mobiliários acessíveis. Estudantes que estão internados e recebem aulas dentro do hospital poderão realizar a prova no próprio hospital, desde que indiquem a necessidade na inscrição.

Quem for usar o Enem para obter a certificação de conclusão do ensino médio deverá indicar uma das instituições certificadoras que estará autorizada a receber seus dados cadastrais e resultados. Para receber a certificação, é necessário tirar nota mínima de 450 nas quatro provas e 500 na redação.

O edital indica ainda que cabe ao candidato verificar no sistema do Inep se a inscrição foi concluída com sucesso. Que não for isento deverá acompanhar a confirmação do pagamento da taxa. O candidato deverá guardar número da inscrição e a senha. Elas são indispensáveis para todo o processo do Enem, como inscrição, realização da prova, obtenção dos resultados e participação no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que seleciona os alunos melhores classificados no Enem para vagas em universidades públicas cadastradas

Também será usado nos programas de bolsa de estudos (Prouni) e de financiamento estudantil (Fies), entre outros programas do Ministério da Educação, como o Ciência sem Fronteiras. O Comprovante da Inscrição estará disponível nohttp://sistemasenem2.inep.gov.br/inscricao, site ainda fora do ar.

ÁREAS DO CONHECIMENTO
Ciências humanas e suas tecnologias: história, geografia, filosofia e sociologia
Ciências da natureza e suas tecnologias: química, física e biologia
Linguagens, códigos e suas tecnologias e redação: língua portuguesa, literatura, língua estrangeira (inglês ou espanhol), artes, educação física e tecnologias da informação e comunicação
Matemática e suas tecnologias: matemática

As provas
O Enem será realizado nos dias 3 e 4 de novembro. O exame tem quatro provas objetivas, cada uma com 45 questões de múltipla escolha e uma redação. As provas vão tratar de quatro áreas de conhecimento do ensino médio(veja ao lado).

Para a realização, das provas o candidato deverá usar somente caneta com tinta esferográfica preta e feita com material transparente.

As provas terão início às 13h (horário de Brasília). No dia 3 de novembro, os candidatos farão as provas de ciências humanas e suas tecnologias e de ciências da natureza e suas tecnologias, até as 17h30. No dia 4 serão realizadas as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática e suas tecnologias, que terminarão às 18h30. O candidato só pode entregar o gabarito e deixar a sala após duas horas de prova. Para levar o caderno de questões, é necessário esperar na sala até que faltem 30 minutos para o fim da prova.

ENEM (Foto: BDBR)Seis milhões de candidatos devem fazer as provas
do Enem em novembro deste ano (Foto: BDBR)

O Inep recomenda que os candidatos cheguem ao local de prova ao meio-dia (horário de Brasília). É obrigatória a apresentação de documento de identificação original com foto para a realização das provas. Quem não tiver o documento deverá apresentar boletim de ocorrência emitido no máximo 90 dias antes da data da prova e se submeter a uma identificação especial e preenchimento de formulário próprio.

Conferência dos dados
Antes de iniciar as provas, de acordo com o edital, o candidato deverá verificar se o seu caderno de questões contém a quantidade de questões indicadas no seu cartão-resposta e contém qualquer defeito gráfico que impossibilite a resposta às questões. O estudante deverá ler e conferir todas as informações registradas no caderno de questões, no cartão-resposta, na folha de redação, na lista de presença e demais documentos do exame.

Se notar alguma coisa errada, o candidato deverá imediatamente comunicar ao aplicador de sua sala para que ele tome as providências cabíveis no momento da aplicação da prova.

Segundo o edital, a capa do caderno de questões possui informações sobre a cor do mesmo e uma frase em destaque, e caberá obrigatoriamente ao candidato marcar nos cartões-resposta, a opção correspondente à cor da capa do caderno de questões; transcrever nos cartões-resposta a frase apresentada na capa de seu caderno de questões. As respostas das provas objetivas e o texto da redação do deverão ser transcritos, com caneta esferográfica de tinta preta fabricada em material transparente, nos respectivos cartões-resposta e folha de redação, que deverão ser entregues ao aplicador ao terminar o exame.

O que não pode
O edital proíbe ao candidato, sob pena de eliminação, falar com outros candidatos, usar lápis, lapiseira, borracha, livros, manuais, impressos, anotações, óculos escuros, calculadora, agendas eletrônicas, celulares, smartphones, tablets, ipod, gravadores, pen drive, mp3 ou similar, relógio ou qualquer receptor ou transmissor de dados e mensagens.

Todos os pertences que não sejam a caneta azul de material transparente e o documento de identificação deverão ser guardados em um porta-objetos com lacre, que deverá ficar embaixo da carteira do candidato e só poderá ser reaberto após a saída dele da sala de prova.

VEJA AS COMPETÊNCIAS DA REDAÇÃO
Competência I: Demonstrar domínio da norma padrão da língua escrita
Competência II: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Competência III: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Competência IV: Demonstrar conhecimento dos mecanismos lingüísticos necessários para a construção da argumentação.
Competência V: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Fonte: Inep

A redação
O sistema de correção do Enem sofreu mudanças em 2012. A partir deste ano, a redação será corrigida por dois corretores de forma independente, sem que um conheça a nota atribuída pelo outro. A nota final é composta de cinco notas, que avaliam competências específicas do candidato.

A nota final corresponde à média aritmética simples das notas atribuídas pelos dois corretores. Caso haja discrepância de 200 pontos ou mais na nota final atribuída pelos corretores (em uma escala de 0 a 1.000), ou de 80 pontos ou mais em pelo menos uma das competências, a redação passará por um terceiro corretor, em um mecanismo que o Inep chama de “recurso de oficio”.

Se a discrepância persistir, uma banca certificadora composta por três avaliadores examinará a prova. Os candidatos poderão solicitar vistas da correção, porém não poderão pedir a revisão da nota.

Será atribuída nota zero à redação: que não atender a proposta solicitada ou que possua outra estrutura textual que não seja a do tipo dissertativo-argumentativo; sem texto escrito na folha de redação, que será considerada “em branco”; com até sete linhas, qualquer que seja o conteúdo, que configurará “texto insuficiente”; linhas com cópia dos textos motivadores apresentados no caderno de questões serão desconsideradas para efeito de correção e de contagem do mínimo de linhas; com impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação, que será considerada “anulada”.

Os resultados
Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados no site http://www.inep.gov.br/enem no dia 7 de novembro. Os candidatos poderão acessar os resultados individuais do Enem 2011 a partir de 28 de dezembro, mediante inserção do número de inscrição e senha ou CPF e senha no endereço eletrônico http://sistemasenem2.inep.gov.br/.

O Inep diz que a utilização dos resultados individuais do Enem para fins de certificação, seleção, classificação ou premiação não é de responsabilidade do órgão, mas das entidades às quais os dados serão informados pelo candidato.

O Inep não fornecerá atestados, certificados ou certidões relativas à classificação ou nota dos candidatos. De acordo com a portaria publicada no “Diário Oficial”, a inscrição do participante implica a aceitação das disposições, diretrizes e procedimentos para a edição do Enem contidas no edital. Para os adultos submetidos a penas privativas de liberdade e adolescentes sob medidas socioeducativas, que incluam privação de liberdade, haverá um edital para o processo de inscrição específico.

g1.globo.com

maio 25, 2012 at 10:27 am Deixe um comentário

Escada Ganha mais uma escola no distrito de Timbuassú

Novas instalações da Escola Municipal Humberto de Campos darão mais segurança e qualidade ao ensino no distrito

A comunidade de Timboassú comemora com alegria as ações do Governo Municipal, nesta sexta-feira (16), o prefeito Jandelson Gouveia e seu vice Chico do Agrícola inauguraram às 16h as novas instalações da Escola Municipal Humberto de Campos, oferecendo a juventude um local amplo e arejado com 16 salas, sendo 12 salas de aula, laboratórios de Ciências e Informática, sala de professores, cantina e um grande espaço de convivência, oferecendo segurança e mais qualidade no ensino ao povo do distrito.

O evento contou com a presença de vereadores da cidade, o secretariado municipal, lideranças políticas, o senador Armando Monteiro (PTB),o deputado federal Inocêncio Oliveira (PR) e a deputada estadual Mary Gouveia (PSD).

Prefeitura  Escada

março 17, 2012 at 12:17 am Deixe um comentário

Entenda como funciona o cálculo da nota do Enem

Brasília – O Ministério da Educação (MEC) divulgou na quarta-feira (21) o resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2011. Diferentemente dos vestibulares tradicionais, na metodologia de correção utilizada no Enem não existe uma pontuação máxima e mínima que o participante pode atingir – com exceção da redação, que não é corrigida por esse modelo e cuja nota varia de 0 a 1000.

Para saber se foi bem na prova, o estudante deverá comparar seu desempenho em uma escala construída pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) com as notas mínimas e máximas obtidas pelos participantes.

Em 2011, as notas dos candidatos em ciências humanas variaram entre 252,6 e 793,1 pontos. Na prova de ciências da natureza, a nota máxima foi 867,2 e a mínima 265. Em matemática, a pontuação mínima foi 321,6 e a máxima 953. Em linguagens, a nota mais alta foi 795,5 pontos e a menor 301,2 pontos.

A metodologia utilizada no Enem é a Teoria de Resposta ao Item (TRI), modelo estatístico que permite que diferentes edições da prova sejam comparáveis. Na TRI, leva-se em conta para o cálculo da nota não apenas o número de acertos do candidato, mas o nível de dificuldade de cada item. Uma questão que teve baixo índice de acertos é considerada “difícil” e, portanto, tem mais peso na pontuação final. Aquelas que têm alto índice de acertos são classificadas como “fáceis” e contam menos pontos na nota final. Dessa forma, dois participantes que acertaram o mesmo número de itens podem ter médias finais diferentes.

Também não é possível comparar o número de acertos nas provas de diferentes áreas do conhecimento. Se um aluno acerta a mesma quantidade de itens nas provas de matemática e ciências humanas, por exemplo, não significa que a pontuação obtida será igual. Isso porque o nível de dificuldade de cada prova e dos diferentes itens que a compõe afetam esse cálculo final.

info.abril.com.br

dezembro 23, 2011 at 8:42 am Deixe um comentário

Posts antigos


Agenda

abril 2017
S T Q Q S S D
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Posts by Month

Posts by Category